Chatbots para o RH

O uso de aplicativos de mensagens (os chats) está mudando a forma como as pessoas se relacionam e se comunicam. E a partir dessa mudança cultural, um outro fenômeno entrou em cena: a popularização dos chatbots. Como já mencionamos aqui no blog, os chatbots surgiram na década de 60. Porém, apenas agora a tecnologia e a cultura se tornaram propícias para que essas ferramentas ganhassem espaço nas empresas.

 

Clique aqui para saber mais sobre o que são chatbots.

 

Nos últimos meses, tem sido comum a presença de chatbots em canais de atendimento de empresas, efetuando vendas, agendando assistência técnica e dando as primeiras informações sobre produtos ou serviços. Mas existe uma nova categoria que está surgindo com força: o chatbot como aliado do RH de grandes empresas.

 

Na maioria das vezes, o RH é composto por profissionais de áreas como psicologia, administração e gestão de recursos humanos. Eles têm o desafio de atrair e reter talentos, fazendo o coração da empresa bater e vibrar numa única sintonia. Assim como em outras áreas, existe uma demanda considerável de informações corriqueiras, como pagamentos, benefícios, escalas, entre outras. Pode parecer pouco, mas em grandes empresas esse tipo de atendimento interno pode representar um grande esforço, tirando um profissional especializado de uma atividade estratégica. Responder prontamente, consome tempo e energia. Não responder prontamente gera insatisfação no colaborador que está demandando o atendimento. É exatamente nesse ponto em que surge a atuação do chatbot. O robô pode ser treinado para realizar atendimentos mais corriqueiros, respondendo às solicitações através da integração com os sistemas corporativos. Com isso, o profissional humano ficará livre para direcionar seu foco àquelas questões mais complexas que demandam atenção.

 

Chatbots no endomarketing

Além de responder questões corriqueiras de forma amigável, os chatbots podem ser fortes aliados na sua estratégia de endomarketing. Eles podem ganhar uma personalidade e serem treinados para agir de forma pró-ativa, convidando os colaboradores para se engajar em programas internos, reforçando mensagens de segurança, etc. Ao invés de esperar que seu colaborador acesse a intranet (que muitas vezes fica abandonada) para ter acesso a uma informação, o chatbot pode abrir uma janela de chat e mandar uma mensagem, dando seguimento a conversa de forma natural, se e quando o colaborador desejar, de acordo com as políticas da empresa.

 

As possibilidades e vantagens são muitas! E então, o que você acha de ter um chatbot para colaborar com sua equipe de RH?