WhatsApp para Farmácias: como funciona?

21/05/2021
WhatsApp para Farmácias: como funciona?

O assunto WhatsApp para Farmácias vem sendo discutido há anos. Isso porque em 2019 o uso do aplicativo por parte do setor foi proibido em 2019. Porém, no último mês o Facebook confirmou que as Farmácias poderiam voltar a fazer uso do WhatsApp, no entanto para uma nova finalidade. 

Quer saber tudo sobre o assunto? Neste texto você verá:

  • O crescimento do WhatsApp Business
  • Como as empresas utilizam o WhatsApp
  • Como funciona a política do WhatsApp
  • WhatsApp para Farmácias: o que está liberado?

 

O WhatsApp é um dos principais canais de comunicação da atualidade. Os números representam exatamente isso, o App conta com mais de 2 bilhões de usuários ativos no mundo, consolidando-o como o aplicativo mais popular do planeta, ultrapassando até mesmo o Facebook.

O WhatsApp faz muito sucesso desde o seu lançamento, em 2009. No entanto, alguns anos depois a empresa percebeu uma lacuna que poderia ser preenchida pelo App: a comunicação entre marcas e pessoas

Por isso, em 2018 foram lançadas as versões Business e Business API do canal. Elas permitiram que pequenas, médias e grandes empresas estreitassem a relação com seus clientes.

As duas versões garantem um tom mais profissional às interações, contendo recursos como:

  • Catálogo de produtos
  • Conta comercial com dados da empresa e localização
  • Mensagens de ausência e de saudação
  • Quick Replys
  • Etiquetas de organização de atendimentos
  • Estatísticas para mensurar resultados

A principal diferença entre elas, é que a versão Business API foi desenvolvida especialmente para integração com atendimento automatizado, ideal para grandes empresas.

O sucesso foi instantâneo, uma vez que o WhatsApp confere mais praticidade e acessibilidade no dia a dia dos consumidores. Com isso, foi natural que empresas de todos os segmentos buscassem a implementação do canal.

No entanto, algumas empresas acabaram esbarrando em uma questão: a política de uso do WhatsApp. E este foi o caso das farmácias, grandes adeptas do uso do app para se relacionarem com os clientes, o setor farmacêutico foi proibido de utilizar o canal em 2019. 

Porém, nos últimos dias o uso voltou a ser liberado, contendo algumas restrições.

Quer saber tudo sobre o WhatsApp para farmácias? Continue lendo o texto, aqui contamos tudo o que você precisa saber!

 

Como as empresas utilizam o WhatsApp?

Os consumidores esperam cada vez mais que as marcas ofereçam canais e soluções que sejam capazes de facilitar e agilizar o seu dia a dia. As pessoas já não tem mais tempo para desperdiçar no telefone resolvendo demandas com as empresas, tão pouco para ficar horas em uma fila aguardando atendimento.

Com o lançamento das versões empresariais, desde pequenos lojistas a grandes empresários encontraram a oportunidade de oferecer esse atendimento mais próximo e humanizado para os consumidores.

À partir desse momento, o WhatsApp assumiu diversas frentes, e nós vamos explicar melhor as principais:

 

Atendimento

Essa é uma das funcionalidades mais exploradas no canal. Poder tirar dúvidas, acompanhar pedidos e resolver pendências com as empresas através do app confere muita praticidade para as pessoas.

Uma das principais características é conseguir realizar a comunicação de forma assíncrona. Desta forma as pessoas podem retomar o atendimento no momento que desejam, sem precisar repetir dados e informações.

Além disso, quando os clientes aceitam (mediante a um opt-in) a receber notificações através do canal, as empresas podem realizar a comunicação ativa. Possibilitando o envio de informações importantes e mantendo o relacionamento com os consumidores.

 

Suporte

Outra função bem explorada através do WhatsApp é o suporte. Se antes as pessoas precisam quebrar a cabeça lendo manuais complicados e pouco intuitivos, ou passar um bom tempo aguardando retorno no canal de SAC, agora a questão pode ser facilmente resolvida através do App.

Através do canal as pessoas recebem as informações de uma forma muito mais prática, podendo ser explicada também através de recursos multimídia como vídeo e áudio.

 

Vendas

A opção que já vinha sendo explorada há um tempo, teve seu uso amplamente disseminado após a pandemia. Com as lojas fechadas de uma hora para outra, e muitas sem outras opções de canais digitais, o WhatsApp acabou executando – e muito bem – a função.

Muitos comércios adotaram a ideia de disponibilizar o número do WhatsApp em suas redes sociais ou vitrines para que as pessoas pudessem realizar suas compras com tranquilidade no canal. 

Por conta deste sucesso o WhatsApp lançou, inclusive, a função de pagamento através do canal. Se você quiser saber mais sobre o assunto, confira neste texto!

No entanto, para qualquer uma das funções citadas acima, existe um fator que deve ser levado em consideração: a política de uso do WhatsApp.

 

Como funciona a política do WhatsApp?

Para garantir uma boa experiência e também a segurança de todos os usuários, o WhatsApp Business tem uma política de uso bastante rigorosa.

Antes de criar qualquer estratégia utilizando o canal é fundamental estar atento a todas as regras, pois a violação de qualquer uma delas implica no banimento do número da sua empresa. 

Para ler a política do WhatsApp completa basta clicar aqui.

Não vamos nos aprofundar nas questões voltadas à política em geral, no entanto existe um fator fundamental para a compreensão do assunto. De acordo com as diretrizes do canal, é estritamente proibida a comercialização de drogas através do canal, sejam elas ilícitas ou sujeitas a prescrição médica.

Foi justamente por isso que as Farmácias foram proibidas de utilizar o canal.

 

WhatsApp para Farmácias 

Com o lançamento das versões Business do aplicativo muitas farmácias acabaram aderindo ao canal, e claro, obtendo muito sucesso na nova estratégia de comunicação e atendimento. No entanto, não demorou muito para que a empresa barrasse o uso por parte da indústria farmacêutica.

Em 2019 o Facebook bloqueou mais de 500 farmácias que estavam utilizando o WhatsApp Business. Na ocasião, a Associação de Farmácias de Manipulação (Anfarmag) recorreu à justiça na tentativa de reverter a decisão do canal. 

Embora a Anvisa liberasse o uso de canais digitais para a comercialização de remédios, a ação judicial foi em vão, uma vez que o Facebook não voltou atrás na sua decisão. 

Até então, a volta das farmácias para o canal não havia entrado em discussão. No entanto, a pandemia fez com que isso mudasse, e no último mês o WhatsApp anunciou a liberação, porém apenas para uma finalidade. 

 

WhatsApp para Farmácias – como vai funcionar?

Bom, se o canal foi liberado para o setor significa que a política mudou? Não! Segue proibida a comercialização de qualquer produto de uso medicinal. Porém, as farmácias estão tendo um importante papel no programa de vacinação contra o coronavírus. 

Muitas delas dispõe de serviços médicos com a prestação de consultas, testes e vacinação, auxiliando os postos e hospitais neste momento tão delicado que o país se encontra. Por isso, o Facebook resolveu liberar o uso do WhatsApp Business e Business API para auxiliar a comunidade a agendar consultas e vacinas, bem como a conseguirem mais informações relacionadas a Covid-19.

 

Que tipo de mensagens serão permitidas? 

  • Mensagens contendo atualizações personalizadas sobre a elegibilidade de uma pessoa para receber a vacina;
  • Agendamento de consultas para teste e administração da vacina;
  • Responder a dúvidas que as pessoas têm sobre testes e vacinas;
  • Disponibilizar um chatbot para responder a perguntas frequentes sobre seus serviços médicos, incluindo COVID-19 e informações sobre vacinas;
  • Acompanhamento de nomeação para vacinas.

 

Quais mensagens seguem proibidas?

Segue estritamente proibida a comercialização de qualquer item farmacêutico através do aplicativo, bem como disseminar informações sobre os mesmos.

Caso as regras sejam desrespeitadas a empresa será mapeada pelo Facebook e terá seu número banido.

Quer implementar o canal na sua empresa? Conheça a nossa solução.

 

Se a sua farmácia presta serviço médico e está atuando na linha de frente do combate ao Covid, estar presente no canal é fundamental. Tornar essas informações acessíveis é fundamental no momento. Se você tiver qualquer dúvida sobre o assunto, fale com o nosso time de especialistas.

 

Cadastre-se e receba nossas notícias e atualizações.