Inteligência Artificial: o que é e como incluí-la no seu negócio

11/11/2020
Inteligência Artificial: o que é e como incluí-la no seu negócio
Há alguns anos, a Inteligência Artificial deixou de ser algo esperado em um futuro distante. O que antes só se via em filmes ou revistas de ficção, passou a fazer parte das nossas vidas e também dos processos nas organizações.
Você  já sabe o que é Inteligência Artificial, certo? Mas você sabe tudo que ela é capaz de fazer – ou já faz no dia a dia? Confira em nosso texto.

 

Não é preciso pesquisar muito para saber que a Inteligência Artificial já é uma realidade cada vez mais presente nas nossas vidas. E além disso, ela tem contribuído para o desenvolvimento de soluções inovadoras para os negócios. 

Utilizar a tecnologia agiliza muitos processos que eram feitos de forma totalmente manual e demandavam bastante tempo. 

 

Mas afinal de contas, o que é Inteligência Artificial?

 

A IA, ou AI, para quem prefere o termo em inglês, é uma tecnologia que permite que os sistemas possam simular uma inteligência similar à humana. Desta forma, máquinas que se utilizam do recurso podem aprender, pensar e decidir quais caminhos seguir.

Apesar de parecer algo tão moderno e, até mesmo futurístico, esta ciência já é estudada há muitos anos. Foi em meio a segunda guerra mundial que cientistas uniram esforços para criar uma máquina capaz de decifrar os códigos utilizados pelos nazistas. E, em 1956, que Alan Turing desenvolveu o campo de estudo voltado à Inteligência Artificial. 

 

Como a Inteligência Artificial é desenvolvida?

Para criar uma máquina com inteligência semelhante à humana é preciso contemplar os seguintes conceitos:

 

  • Machine learning: O Machine Learning diz respeito à capacidade que a máquina tem de aprender algo. Essa capacidade se divide em duas vertentes principais: o aprendizado supervisionado e o aprendizado não supervisionado.

 

  • Deep Learning:  O Deep Learning é uma parte do Machine Learning que utiliza algoritmos complexos para imitar a rede neural do cérebro humano.

 

  • Processamento de linguagem natural: Esta é uma das áreas mais importantes dentro do campo de ciência de dados. O PLN tem como objetivo principal encontrar padrões em grandes conjuntos de dados.

 

A Inteligência Artificial já faz parte das nossas vidas? 

Obras de ficção científica costumam retratar a IA como algo grandioso, futurístico e, por vezes, distante da nossa realidade. Mas quando observamos bem, podemos ver que a IA já faz parte do nosso cotidiano. Confira alguns exemplos:

 

  • Aplicativos de trânsito (Waze e Google Maps)
  • Sugestões personalizadas em sites na Web;
  • Assistentes virtuais (como Siri e Alexa);

 

Esses são apenas alguns exemplos de como a IA está presente em nossas vidas. Mas a verdade é que existem muitas soluções que utilizam a tecnologia para facilitar o dia a dia das pessoas.

Mas não é só no âmbito pessoal que a IA está presente. Nas organizações a tecnologia já tem um grande destaque. Confira como é possível  incluí-la no seu negócio e quais são as vantagens:

 

Inteligência Artificial nas empresas

 

Presença em diversos canais

Nos dias de hoje, os consumidores estão muito mais conectados e buscam por informações cada vez mais rápidas. Dessa forma, é fundamental que as empresas estejam preparadas para atender esses clientes.

Contar com a ajuda da IA em canais de mensageria, como o WhatsApp, por exemplo, é fundamental para ter clientes mais satisfeitos. Segundo o Panorama da Mobile Time, o WhatsApp é o canal com o maior número de chatbots ativos.

 

Gerenciamento dos atendimentos

Porém, não basta apenas ter diversos meios de comunicação. Se esses canais não forem bem gerenciados, é bem possível que isso cause um impacto negativo na organização. 

A obtenção de uma plataforma multicanal pode impedir que esse problema aconteça. Com essa ferramenta, os chamados de todos os canais aparecem em uma mesma tela, facilitando a compreensão e um maior controle do time de atendimento.

 

Ferramentas de autoatendimento

92% dos clientes esperam que as marcas tenham alguma função de autoatendimento no seu site ou aplicativo. Essa pesquisa revela uma mudança dos hábitos de consumo das pessoas, visto que antes a procura por um atendimento presencial era muito mais forte do que em canais digitais.

Caso a sua empresa ainda não possua nenhuma ferramenta de autoatendimento você pode pensar em investir em chatbots. 

Os robôs estão cada vez mais inteligentes e já conseguem realizar atendimentos semelhantes aos seres humanos. O Ben, bot da Panvel, desenvolvido pela Ubots, realiza entre 80% e 90% dos atendimentos diários via Facebook Messenger. 

 

Economia dos custos operacionais de atendimento

Não é novidade que um chatbot consegue realizar mais atendimentos do que um ser humano. Isso ocorre porque o bot atende mais de um cliente ao mesmo tempo, o que uma pessoa não conseguiria. 

Por isso, empresas que investem na tecnologia conseguem visualizar uma economia nos custos operacionais ao longo do tempo. O SuperOffice realizou uma pesquisa que mostra que os chatbots podem gerar uma economia de mais de R$ 3 milhões por ano.

 

Tem alguma dúvida sobre IA? Nosso time de especialistas está pronto para te atender, basta entrar em contato.

Cadastre-se e receba nossas notícias e atualizações.